Beleza cringe! É makeup de millennial, mas é legal! 4 ideias que a geração Z pode aproveitar!

Na batalha de gerações ganha quem se diverte e se reinventa! E na make isso faz mais sentido ainda! "Let´s cringe together!"


Hora de falar da beleza cringe! Acho que a essa altura ninguém precisa mais de explicações sobre o que é cringe, millennial ou geração Z. Mas, vamos de resumão: cringe é uma gíria que vem da palavra em inglês, são coisas que dão vergonha alheia, coisas consideradas meio cafoninhas ou sem sentido. Millennials ou geração Y é todo mundo que nasceu entre o início dos anos 80 e o meio dos 90, e Geração Z, ou gen Z, entre meados de 90 e 2010.

E o que isso tem a ver com beleza? Tudo!


Beleza cringe - millennials e zennials


Conflitos de gerações sempre existiram!

Pois é, sempre existiu e sempre vai existir - AINDA BEM! É assim que as coisas se renovam, uma geração após a outra. Quem é mais novo acha horrível o que os mais velhos usam até que a moda vira de novo e, de repente, uma coisa que já foi cafona volta com tudo.

Sobre o que é considerado cringe neste momento em 2021: é só sentar e esperar.


Beleza Cringe

Tem bastante coisa por aí sobre moda cringe. Coisas que as pessoas de 30/40 anos amam e que quem é mais novo tá achando horrível. A equipe da Be Beleza Tech se runiu pra pensar sobre beleza cringe. Mas queremos propor um acordo: o que as millennials fazem na maquiagem que a geração Z pode olhar com mais carinho e aproveitar?




gif


# 1 Tirar a maquiagem antes de dormir

Parece que é cringe gostar de tomar café da manhã. Os millennials acham “qualidade de vida” ter esse tempo pra comer antes de sair pro trabalho? Sim!

Mas o negócio é: quem sai correndo de manhã (ou quem só acorda no fim da manhã e já pula pro almoço) provavelmente foi dormir tarde. Concluímos aqui - bem apressadamente: “será que a geração z tira a maquiagem direito nessa rotina menos matinal?

Esperamos que sim! E que não economizem na hora de escolher um bom demaquilante, viu!? Isso, inclusive, ajuda a gastar menos tempo limpando o rosto.





# 2 Cuidar das sobrancelhas

Não é sobre sobrancelhas super desenhadas ou milimetricamente pinçadas - essas são escolhas bem pessoais e realmente - pode ser beeeem cringe.

Mas a sugestão aqui é: não dispense totalmente a pinça! Quem sabe uma aparada nos fios não facilite na hora de pentear sua sobrancelha?

Talvez os excessos cometidos pelos millennials sirvam de lição para um equilíbrio aí na hora de usar as técnicas de estilização de sobrancelhas!







#3 Tons terrosos

Parece que as paletas de sombras apenas com variedade de tons terrosos não emplacam muito com quem é gen Z. Provavelmente porque nos últimos anos a gente vive uma explosão de cores empolgantes na maquiagem. Mas, olha, dá pra usar os terrosos em abordagens menos “caretas” e não dispensar essas tonalidades tão democráticas e boas para o dia a dia.





#4 Camadas de máscara para cílios

Cada geração odeia algum exagero da geração passada e ama novos tipos de exagero. Parece que é super cringe usar os cílios mega exagerados. Tipo não fica com apelo de beleza sem esforço, né?!

Mas os cringes da equipe estão recomendando: três camadas de máscara para cílios é legal se escolher a máscara certa!

Dá pra deixar os cílios do jeito que você quiser - mais longos, bem abertinhos, com mais volume só na raiz… Tudo bem leve, mesmo que com mais camadas.

Mas por que usar então? Com mais camadas você sai de casa e volta com os cílios do mesmo jeito, sem derreter.






Mas de onde saiu essa discussão de cringe, gente!?

Bem, pra finalizar, recomendamos essa imersão. O grande debate da temporada começou nesse post da Tchulim do Twitter - divirtam-se!




gif


Foto 1: Mahrael Boutros